Direitos Humanos e Psicologia são debatidos durante dois dias de Seminário

 

As demandas que chegam ao Conselho Regional de Psicologia 9ª Região Goiás/Tocantins (CRP-09) relacionadas aos Direitos Humanos embasaram a programação do Seminário “Práticas Profissionais em Psicologia como Garantia dos Direitos Humanos”, que ocorreu nos dias 11 e 12 de dezembro, na Câmara Municipal de Goiânia.

As temáticas refletem os anseios da sociedade contemporânea. A violência urbana, o álcool e outras drogas, a violação dos direitos humanos e a saúde mental foram discutidas sob olhares da Psicologia e de outros profissionais com atuações diversas.

Para o presidente do CRP-09, Wadson Arantes Gama, os Direitos Humanos estão presentes na atuação do profissional da Psicologia. Em sua fala na abertura do evento, ele enfatizou os objetivos do seminário. “Nossa proposta é discutir as diversas frentes nas quais a Psicologia tem contribuído a favor de uma política solidária com o sofrimento humano. É contribuir para a construção de uma Psicologia fundamentada em princípios éticos, qualificada tecnicamente e comprometida com as necessidades da sociedade”, enfatizou.

O presidente da Comissão de Orientação e Ética e da Comissão de Direitos Humanos do CRP-09, Eriko Netto de Lima, afirma que o CRP-09 buscou sensibilizar a sociedade goiana e os psicólogos para a necessidade de seguirem os princípios fundamentais da Constituição Brasileira e da Psicologia, respectivamente. “É mostrar uma visão dos Direitos Humanos não focada só em questão de homicídios, e sim os Direitos Humanos para o pedestre, o motorista, o dependente químico etc. As crianças em relação ao direito de ter creche, os adolescentes infratores o direito de estudar, os direitos relacionados às etnias, ao gênero, à sexualidade”, enumera.

1º dia ? O seminário começou com a apresentação da peça “A Revolta do I”, da Companhia de Teatro Senhoras do Cerrado. Logo depois, formou-se a mesa de abertura seguida da palestra “Direitos Humanos e Psicologia: Desafios para os profissionais nas instituições e nas políticas”, proferida pelo psicólogo Rodrigo Torres Oliveira (MG).

Antes do intervalo, foi realizada a mesa redonda “Desafios e Avanços da Política Nacional de Enfrentamento ao Álcool e outras Drogas”. Participaram a representante da Secretaria Estadual de Saúde, Juliana Pires, a representante do Ministério Público de Goiás, Jaqueline Luvisotto Marinho, e a coordenadora de Saúde Mental da Secretaria de Saúde de Goiânia, Heloísa Massanaro. O conselheiro Eriko Netto de Lima foi o mediador na ocasião.

No começo da tarde aconteceu a mesa redonda “Intervenção da Psicologia no atendimento à Política de Enfrentamento ao Álcool e outras Drogas”. Compuseram a mesa a representante do CAPS-AD (Casa), Selva Campelo e Vanira Araújo, a representante das Comunidades Terapêuticas, Vera Morselli, o representante do Hospital Geral de Palmas (HGPP Palmas/TO), e a representante das Clínicas Especializadas, Marli Santos Mendes Correa. A mediação do debate foi do psicólogo Alfredo Sant’Anna Rocha.

Após a apresentação da peça “O milho”, de Cora Coralina, com as Senhoras do Cerrado, ocorreu a mesa redonda “Direitos Humanos e Etnias”. O ouvidor da Funai, Paulo Celso de Oliveira, e a coordenadora de Disseminação de Informações do Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra ? Fundação Cultural Palmares/Minc, Oraida Machado de Abreu, conduziram o debate.

2º dia ? A manhã de quarta-feira foi aberta com o espetáculo “Cora Coralina quem é você?”, com as atrizes da Companhia Senhoras do Cerrado. Por volta de 9 horas, começou a mesa redonda “Práticas Feministas e Psicologia: interface entre saúde mental, gênero e direitos humanos”. A exposição do assunto foi feia pela professora Ionara Vieira Moura Rabelo e por Cristina Vianna Moreira dos Santos, com mediação do psicólogo Mayk Diego G. da Glória.

Uma das mesas mais esperadas era a “Violência Urbana e Direitos Humanos”, com o diretor Técnico e de Atendimento do Detran, Horácio Santos, a Ten. Cel. Chefe do Serviço de Psicologia da PM/GO, Miriam Terezinha Bueno Nogueira, Ten. Cel. Presidente da Comissão Interna de Direitos Humanos do Comando Geral da PM/GO, Helena Aparecida Damásio, representante da Comissão de Direitos Humanos da OAB/GO, Mônica Araújo de Moura, e o Superintendente dos Direitos Humanos da Secretaria de Segurança Pública e Justiça de Goiás, Edilson de Brito.

Após o intervalo para o almoço, os presentes prestigiaram a mesa redonda “Intervenções Psicológicas em Situação de Violação de Direitos Humanos”, com a representante do Centro de Referência Estadual em Igualdade (CREI) da Secretaria de Políticas para Mulheres e Promoção da Igualdade Racial (Semira), Chiara Santos Miranda, e o coordenador do Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, Joseleno Vieira dos Santos, mediada por Cláudia de Oliveira Alves (UNB).

A última apresentação do seminário foi a mesa redonda “A Prática da Psicologia nos Direitos Humanos”, com a presidente do CRP-01 Distrito Federal, Carla Maria Manzi Pereira Bacarat, e com o presidente da Comissão de Orientação e Fiscalização do CRP-05 Rio de Janeiro, Lindomar Expedito Silva Darós, a mediação foi de Rogério de Oliveira Silva (MG).

Ao final de cada período aconteceu a elaboração de cartas abertas.

Agradecimentos ? A organização do Seminário “Práticas Profissionais em Psicologia como Garantia dos Direitos Humanos” agradece aos parceiros que contribuíram para a realização do evento, funcionários do CRP-09 e aos colaboradores das Comissões de Direitos Humanos e de Políticas Públicas do CRP-09 - Mayk Diego da Glória, Alfredo Sant’Anna Rocha, Aurora Zanini Cesar, Maria Virgínia Carvalho e Eloise Elene Neves Barbosa.

© 2019 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper

Sede do Conselho Regional De Psicologia 9ª Região GO

Av. T-2 Qd. 76 Lt. 18 N 803 - Setor Bueno - CEP 74.210-01 - Goiânia - Go
Fone: (62) 3253-1785 / Fax: (62) 3285-6904
E-mail: administracao@crp09.org.br

Horário de Funcionamento: 08h às 17h30 

© 2019 - Todos os direitos reservados - CRP09 - Conselho Regional de Psicologia 9ª Região GO